É uma ironia que Suárez não dispute a Copa América

Suárez e Chiellini 136Um ano depois de morder Chiellini na Copa do Mundo, Suárez não pode jogar a Copa América

O Uruguai fez quatro jogos na Copa do Mundo de 2014: perdeu para a Costa Rica, venceu a Inglaterra e a Itália na primeira fase, e perdeu para a Colômbia nas oitavas de final.

Terá sido mera coincidência que tenha contado com Luis Suárez nas duas vitórias e jogando sem o maior craque uruguaio das últimas décadas nas duas derrotas?

O Uruguai é o atual campeão da Copa América, tendo conquistado o título de 2011 na Argentina, que Suárez e companhia trataram de tirar da competição logo nas quartas de final.

Vice-artilheiro e melhor jogador em 2011 da mais antiga competição entre seleções de futebol em todo o mundo, o uruguaio Luis Alberto Suárez Díaz tem 28 anos, idade que costuma marcar o apogeu técnico dos grandes craques.

Seria certamente candidato ao troféu de craque da Copa América de 2015, apesar da concorrência nada desprezível do argentino Messi, do brasileiro Neymar, seus parceiros no Barcelona, e do colombiano James Rodríguez, seu rival do Real Madrid.

Acontece que Luisito Suárez, o extraordinário atacante que tanto faz gols como os oferece em precisas assistências aos companheiros de time, não vai disputar a Copa América no Chile.

Suárez está proibido pela Fifa de jogar com a camisa uruguaia, para alegria dos jamaicanos, que daqui a pouco enfrentarão atuais campeões, e em seguida de argentinos e paraguaios, sem contar os adversários que possam vir a partir das oitavas de final.

Lembra-se?

Na Copa de 2014, já no final do 1 a 0 sobre a Itália, num entrevero com o zagueiro Chiellini, Suárez mordeu o seu ombro e, como não era a primeira fez que cometia gesto tão primitivo em campo, foi julgado pelo comitê disciplinar da FIFA, embora o juiz da partida não tenha sequer visto o lance, e suspenso por nove jogos da seleção em competições internacionais, entre outras penas igualmente exageradas.

E assim Suárez pode ser campeão europeu pelo Barcelona, mas não pode defender o título americano de seleções pelo Uruguai.

Sai perdendo não somente a seleção uruguaia, mas a Copa América.

Não deixa de ser uma ironia histórica que uma mordida num adversário tire dos campos um dos maiores craques da atualidade nesses dias em que o FBI escancarou para o mundo que a grossa flor da cartolagem também vivia de morder. Em sentido figurado, claro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s