Massa comprova: falar é mais fácil do que vencer

Massa: "Se eu tivesse que escolher o técnico da Seleção, não ia pôr o Dunga"

Massa: “Se tivesse que escolher o técnico da Seleção, não ia pôr o Dunga”

Correr nas pistas, que é bom, como bem faziam Emerson Fittipaldi, Nelson Piquet e Ayrton Senna, ele não tem feito, tanto que é o sexto colocado nesta temporada da Fórmula 1, atrás até de seu companheiro Valtteri Bottas, mas falar ele falou e muito nesta manhã em Interlagos.

Elogiou e criticou o autódromo e estendeu a falação para os campos de futebol:

– Se eu tivesse que escolher o técnico da Seleção, não ia pôr o Dunga, pelo passado que a gente teve com ele, pela história que a gente tem no futebol. O Brasil precisa de mudança, não só no futebol.

O passado de Dunga inclui a conquista da Copa do Mundo de 1994 e o segundo lugar em 1998.

Como técnico da Seleção, Dunga não passou do quinto lugar na Copa de 2010.

Até o presente, o máximo que Massa conseguiu nas pistas, em 13 temporadas da Fórmula 1, foi o segundo lugar em 2008, pilotando uma Ferrari.

Antes, sempre pela Ferrari, tinha ficado com o terceiro lugar em 2006 e com o quarto em 2007. Nas demais temporadas, jamais passou do sexto lugar.

E se Dunga tivesse que escolher o piloto da Williams?

 

Anúncios

Uma ideia sobre “Massa comprova: falar é mais fácil do que vencer

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s