Arquivo diário: 14 de outubro de 2015

São Paulo, Palmeiras, Fla e Inter fazem corrente pelo Santos

Mais o Santos não poderia querer na noite desta quarta-feira.

Instalado no G-4, graças ao saldo de gols, viu o São Paulo, seu mais próximo perseguidor, perder para o Fluminense por 2 a 0; o Palmeiras perder para a Ponte Preta por 1 a 0; o Flamengo perder para o Figueirense por 3 a 0; e o Internacional perder para o Atlético Mineiro por 2 a 1.

Assim, mesmo que perca na quinta para o Grêmio, em Porto Alegre, o Santos continuará em quarto lugar no Brasileirão – em tal hipótese, ainda empatado com o São Paulo em pontos ganhos, 46, mas com melhor saldo de gols.

Do ponto de vista meramente probabilístico, o Santos deve ser derrotado na Arena do Grêmio, pois, em 14 jogos  fora de casa, venceu apenas um, empatou cinco e perdeu oito.

Como é quase imbatível como anfitrião, com 12 vitórias, dois empates e uma única derrota na Vila Belmiro, tem tudo para compensar uma eventual derrota amanhã com mais uma vitória na 31ª rodada, quando receberá o Goiás.

Assim, continuará no G-4 pelo menos por mais duas rodadas.

Anúncios

Atlético volta a jogar muito bem e bota pressão em Tite

Marcos Rocha: gol dá vitória ao Atlético, que merecia mais do que os 2 a 1 sobre o Inter

Marcos Rocha: gol garante vitória e deixa o Atlético perto do Corinthians

Tite não quis nem ver. Guardou a pilha para se inquietar amanhã à beira do gramado do Itaquerão durante o Corinthians x Goiás. Perdeu mais uma bela atuação do Atlético Mineiro no Brasileirão, senhor absoluto de todas as ações nos 2 a 1 sobre o Internacional.

Quando joga realmente bem, o que vinha rareando nas últimas rodadas, o Atlético é um dos melhores times de se ver no futebol brasileiro dos nossos dias, ofensivo do começo ao fim, insistente, rápido e criativo na armação e nos contra-ataques, combativo em todo o campo, incisivo na linha de frente.

Tite vai conferir no teipe as qualidades do seu único adversário na luta pelo título brasileiro, já avisou antes de dizer que se desligaria do espetáculo ao vivo no começo da noite desta quarta-feira, e terá bons argumentos para motivar sua moçada a não deixar amanhã que se estreite a vantagem sobre este vice-líder inconstante, mas perigoso.

Se não fossem os bandeirinhas bastante ruins, que enxergam impedimento em sucessivos ataques absolutamente legais, o Atlético teria feito mais no Independência do que os gols de Lucas Pratto, em cobrança de pênalti, e de Marcos Rocha, muito pouco para traduzir o predomínio absoluto diante de um Internacional preocupado apenas em se defender.

Levir Culpi mereceu muito mais do que o 2 a 1 que Argel Fucks deve festejar. O Inter poderia ter levado mais uns dois ou três.

A esta altura do Brasileirão, no entanto, importa de verdade é a pilha que Levir conseguiu botar no Corinthians x Goiás da quinta-feira. Até lá, a diferença entre o líder Corinthians e o vice-líder Atlético é de apenas dois pontos.

Vida duríssima para o quarteto da Copa do Brasil

Começa na noite desta quarta-feira uma maratona massacrante para os quatro times que ainda estão na briga pelo título da Copa do Brasil.

Santos, Palmeiras e Fluminense vão jogar seis vezes até o dia 1º de novembro – quatro pelo Brasileirão, dois pela Copa do Brasil. Será, portanto, um jogo a cada três dias.

O São Paulo tem um dia a menos para fazer seus seis jogos, pois receberá o Sport, pela 33ª rodada do Brasileirão, já no dia 31 de outubro.

A maratona terá sequência para os dois times que forem à final da Copa do Brasil. Serão mais dois jogos até 8 de novembro – o primeiro das finais da Copa no dia 4, o da 34ª rodada do Brasileirão no dia 8.

Não há dúvida de que o mundo do esporte evoluiu. O Circo Romano era muito mais cruel: os gladiadores tinham de lutar até a morte.

Nero adorava. Era outro Nero, claro – Nero Cláudio César Augusto Germânico ou, no original, Nero Claudius Cæsar Augustus Germanicus. Quando não estava brincando com fogo, ia sempre ao Coliseu ver os combates mortais.

Do 1 ao 9, Corinthians não quer Pato de volta

Tem gente voltando a falar por aí que Alexandre Pato pode voltar para o Corinthians na próxima temporada.

Do 1 ao 9, os corintianos continuam discordando. Há poucos dias, o goleiro Cássio escancarou o jogo:

– É difícil ele voltar, até pela maneira como saiu. Não consigo ver ele no Corinthians.

Agora, Vagner Love ensaia amenizar a rejeição à volta de Pato:

– Entre os jogadores, acho que tudo bem…

Pura malandragem, que Love traduz ao passar a bola cheia de veneno

– … mas não sei como será entre a torcida e a direção…

Atlético volta da folga pensando em alcançar o Corinthians

Atlético Mineiro x Internacional @1410@A conta é do Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais: o Atlético Mineiro tem 17.6% de chances de conquistar o título do Brasileirão, o que parece muito pouco para incomodar o Corinthians, favoritíssimo, com 79.4%.

Como os dois vão se enfrentar daqui a quatro rodadas em Belo Horizonte, o Atlético tem de ir batendo os adversários até lá – o Internacional,  às 19h30 desta quarta, no Independência; o Sport, domingo, na Ilha do Retiro; a Ponte Preta, uma semana depois, de novo no Independência.

A cinco pontos de distância antes que a bola role na 30ª rodada, o vice-líder tem ainda de torcer por um tropeço corintiano até que se encontrem na 33ª,  que muito provavelmente definirá de vez o campeão de 2015.

Corinthians x Goiás 1410@O Corinthians jogará amanhã em casa contra o Goiás; no domingo, em Curitiba, contra o Atlético Paranaense; e, no domingo seguinte, novamente no Itaquerão, contra o Flamengo.

A largada nesta dupla prova de três tiros que antecederá o jogão do dia 1° de novembro em Belô parece mais difícil para o Atlético, pois o Inter ganhou dez dos últimos 15 pontos que disputou e está na briga para entrar no G-4. O Goiás, adversário do Corinthians, conseguiu apenas três dos últimos 15 pontos disputados e é hóspede do Z-4.

Mais importante do que os números, no entanto, talvez sejam as condições técnicas e físicas de atleticanos e corintianos na volta ao Brasileirão após 11 dias de intervalo.

O Corinthians recebe hoje Gil, Elias e Renato Augusto, que estavam na Seleção, mas só o volante atuou ontem nos 3 a 1 sobre a Venezuela; o Atlético recebeu ontem Douglas Santos, que estava na seleção olímpica e jogou nos 5 a 1 sobre o Haiti na segunda-feira.

Douglas Santos está escalado por Levi Culpi para o jogo desta noite. Tite ainda não definiu o Corinthians que pegará o Goiás. Talvez, poupe Elias.

O que mais prejudicou o Corinthians nos dez dias de paralisação do Campeonato Brasileiro foi não ter podido treinar o time verdadeiramente titular.

O Atlético não teve este problema. Pelo contrário, Levir pode aproveitar a folga no calendário para reazeitar a equipe que andou titubeando nas últimas rodadas.

Onde e quando será Argentina x Brasil?

A CBF está divulgando que o  próximo jogo do Brasil nas Eliminatórias, contra a Argentina, está marcado para o dia 13 de novembro e acredita que será em Buenos Aires.

A Associação de Futebol Argentino diz que o jogo será no dia 12 e não garante que seja em Buenos Aires.

Conmebol e Fifa, em seus sites, não informam nem a data nem o local do jogo. O site da Conmebol proclama, em maiúsculas, com destaque em negrito:

A DATA DA PARTIDA NÃO ESTÁ DISPONÍVEL

Para que não fiquem dúvidas sobre o responsável pela bagunça, a Conmebol esclarece em seu site que papel desempenha nas Eliminatórias Sul-Americanas:

Apesar de ser um torneio da FIFA, é a CONMEBOL que organiza o processo de classificação para a Copa do Mundo na América do Sul.

Organiza?